Fumar é mesmo preciso?

23/11/2012 16:26

Escrita por: Pollyana Silva

Fotos: Divulgação

     Você é fumante? Já pensou nesta frase? Fumar é mesmo preciso? Existem vários motivos pelos quais a resposta é não. Dados da Fundação Mundial do Pulmão e da Sociedade Americana do Câncer mostram que 6 milhões de pessoas morreram em 2011 vítimas do cigarro, 80% ou seja, a maioria em países subdesenvolvidos. A incidência maior está no sexo masculino 15%, enquanto 7% entre as mulheres.

     A perspectiva é que de cada dois fumantes um morre por consequência dos males do cigarro, então no fim das contas metade dos fumantes terminará morrendo por causa deste mau hábito. Segundo pesquisas da Organização Mundial da Saúde a cada 10 segundos uma pessoa morre por causa do tabagismo, além disso, aquelas pessoas que começam a fumar na adolescência tem a disposição de morrer 25 anos mais cedo do que as demais.

     O cigarro é um dos produtos mais lucrativos e vendidos em todo mundo. São cerca de 5,5 trilhões de cigarros por ano em todo mundo, isso sem levar em consideração o contrabando e a falsificação, que representa 29% no Brasil. Por outro lado é uma das indústrias que mais paga imposto, cerca de 70% da carga tributária é cobrada, um valor bastante significativo.

O que o cigarro pode provocar?

São cerca de 4.720 substâncias no cigarro, o que podem provocar até 50 doenças, inclusive para os fumantes passivos. São algumas:

- Doenças pulmonares                    - Trombose vascular

- Perda de cabelo                           - Aneurisma arterial

- Catarata                                      - Renite alérgica

- Enrugamento da pele                   - Úlcera do aparelho digestivo                             

- Perda da audição                         - Infecções respiratórias

- Câncer de pele                            - Angina

- Câncer cervical                           - Carie nos dentes

- Câncer de pulmão                       - Osteoporose

- Câncer de boca                          - Doenças no Coração

- Câncer de laringe                       - Úlceras de estômago

- Câncer de estômago                  - Esperma deformado

- Leucemia                                  - Psoríases

- Infarto do miocárdio                    - Impotência sexual

- Enfisema nos pulmões               - Bronquite

 

     Como se não bastasse os males que o cigarro provoca em quem fume ainda tem os chamados fumantes passivos. Em 1993 a Agencia Proteção do Meio ambiente (EPA, em inglês) declarou que a fumaça do cigarro pode ser fator cancerígeno para os passivos e que um dos canceres mais decorrentes é o de Pulmão. O tabagismo passivo é a terceira causa de morte evitável no mundo, são cerca de 60 mil indivíduos com câncer porque convivem a menos de 15 metros dos fumantes.

O cigarro e os seus derivados fazem parte de um grupo que coloca a saúde da população em risco. Então aos fumantes já está na hora de repensar na saúde, mesmo que não a própria, pelo menos avaliar se vale a pena mesmo colocar em risco a saúde e a vida das pessoas que se gosta.

 

 

SAIBA MAIS:

Quem inventou o cigarro? Quer saber então acesse:

http://www.historiadomundo.com.br/curiosidades/a-invecao-do-cigarro.htm

E o Narguilé? Faz mal?

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2012/08/29/narguile-corresponde-ao-consumo-de-100-cigarros-diz-inca.htm

 

 

 

 

 

Tópico: Você é um fumante passivo? O que acha disso?

Nenhum comentário foi encontrado.
 

© K Entre Nós Jornalismo UNIPAM. Tem todos os Direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode